quinta-feira, 20 de agosto de 2015
Olá Lindezas, tudo bem?
Resolvi dar início aos posts do blog contando um pouco sobre o surgimento do esmalte, já que este vai ser o assunto principal por aqui pelo menos por enquanto.
Alguém aí, que também é viciada nestes vidrinhos, já parou para se perguntar de onde surgiu a mania de pintar as unhas, ou onde foi "inventado" o esmalte?
Sabem confesso que isso é algo que eu não havia me perguntado até criar o blog, mas vou contar para vocês o que consegui descobrir aqui.

A pesquisa foi feita no Google tinha que ser né?!! achei bem interessante o que encontrei. Ao final do post deixo as referências. Espero que gostem, e vamos lá?!!!

Primeiro vamos falar sobre a nomenclatura. O nome esmalte vem da palavra germânica "smalt" e significa "verniz". Agora vamos a sua história:

Fonte: orientalnailart.tumblr.com/post/3032756784/esmalte-origem-e-tendencias

O esmalte já integrava o cotidiano da realeza do Antigo Egito, por volta de 3.500 a.C., as mulheres egípcias aplicavam uma tintura de henna preta nas unhas. As cores mais vibrantes ficavam restritas ao uso da família real e chegavam a despertar algumas preferências entre as rainhas do Egito. Cleópatra tinha preferência pela tonalidade vermelho escura, já Nefertiti tinha mais gosto pelo esmalte rubi.
Esse mesmo poder de distinção social era perceptível entre os chineses. Em meados do Século 3 a.C., o uso de tons vermelhos e metálicos significavam a ocupação de um lugar privilegiado na hierarquia social. Já entre os romanos, a pintura dava lugar a tratamentos com materiais abrasivos que faziam o polimento das unhas.
Até o Século XIX a tecnologia para o tratamento das unhas ficou estagnado, sendo os cuidados restritos a obtenção de unhas curtas e que estivessem moldadas por uma boa lima. Em alguns casos as unhas eram ligeiramente perfumadas com óleo e polidas com uma tira de couro.
No começo do Século XX, os esmaltes começaram a recuperar espaço com o uso de soluções coloridas que não permaneciam fixadas nas unhas por mais que algumas horas. Foi em 1925, durante estudos que desenvolviam tinturas para carros, que foram descobertas as primeiras soluções que se assemelham aos esmaltes de hoje.
Na sua primeira versão, o tom era de um rosa-claro e era aplicado no meio das unhas. No ano de 1932, os irmãos Charles e Joseph Revlon custearam a invenção de um novo tipo de esmalte, mais brilhante e com um leque variado de tonalidades.
De lá pra cá, a tecnologia aplicada aos esmaltes vem tornando-se cada vez mais complexa, com várias marcas no mercado desenvolvendo as mais variadas tonalidades e texturas, buscando sempre agradar ao seu público, o que nós amamos não é mesmo?
Abaixo trouxe um infográfico que encontrei no blog "Apaixonada por esmalte", achei muito legal a forma como foi apresentada a história, vejam só:
Fonte:apaixonadaporesmalte.wordpress.com/2013/02/28/a-historia-do-esmalte/

Então, por enquanto é isso gente. Obrigada por estarem aqui e espero muito que vocês tenham gostado, fiquem com Deus e até o próximo post.
Bjokas da Vaci



0 comentários:

Pesquisar

Quem Escreve

Minha foto

Paranaense, Aquariana, 28, Formada em Gestão de Recursos Humanos. Aux. de Escritório. Viciada em café, Apaixonada por Esmaltes, Batons, Livros e tudo que me faça bem ♥
Grata a Deus por tudo!


Instagram

Receba as Novidades

Seguidores

Curta no Facebook

Loja Parceira

Conheça

Visitante Nº

Faço Parte

Agenda dos Blogs - Blog de divulgação de blogs